O pequeno e notável Armário Planejado do Banheiro

Olá queridos leitores e leitoras!

Hoje eu venho mostrar pra vocês a diferença que um pequeno armário gabinete faz na vida de uma pessoa.

Comprei um armário para o banheiro ano passado na New Móveis (mais uma repercussão da tragédia que foi comprar lá…), e, quando finalmente desisti deles e resolvi comprar os móveis novamente em outra loja (na Bon Bini, a mesma da cozinha), priorizei a cozinha, pois era o que mais estava em estado calamitoso.

Agora pude finalmente comprar as últimas duas coisas que estavam faltando, e que faziam muita falta: a primeira coisa é o assunto desse post, e a segunda, o assunto de um futuro post (vou fazer mistério sobre esse; ainda não está pronto. Mas o pessoal do Instagram – o meu é @thisardenberg – deve ver antes!).

Antes de mais nada, vamos dar uma olhada em como era minha vida antes do armário do banheiro?

Socorro! Em uma palavra: confusa. Tinha de tudo em cima da pequena pia, que tem apenas 80 cm de comprimento. E olha que as prateleiras de vidro já estavam no lugar, desafogando um pouco, hein!

Quando o apartamento não é grande, qualquer espacinho faz falta, daí a importância de móveis pensados para tal lugar (sem falar que, esteticamente, dá uma elevada no ambiente, né?). Então, após pensar em como maximizar o aproveitamento do pouco espaço que dispunha, eis que aí está o armário, primeiro com as portas fechadas:

E agora, a frente…

Como eu gosto de chamá-lo, “o pequeno notável” rsrs. Gostei muito dessas cores que escolhi. As caixas são na cor NOGUEIRA, e as portas, na cor FRASSINO, um novo padrão da Italínea. Todos eles são em laminado de baixa pressão, texturizados e bem resistentes.

Sem falar nos puxadores, em aço inox, lindões! Eles foram sugestão do projetista, e eu achei ótimo. Detalhe dos puxadores:

Agora vamos para o gaveteiro!

Todas as gavetas tem corrediças telescópicas, deixando o abrir e fechar bastante suave e silencioso.

Já dentro do armário, pude colocar não só tudo que estava na pia, como também produtos de limpeza que estavam espalhados, e também toalhas. Olha só a divisão interna:

Tudo no lugar! Nem acredito que coube tudo isso rsrs…. (pessoal do Ariel, Ajax, etc., podem me pagar pela propaganda, por favor).

E pra terminar, uma foto de como ficou esse cantinho do banheiro, que está PRONTO, afinal!!!

Aquele espacinho que antes era todo branco (e encardido), sem graça, agora está bem mais aconchegante. E sem esbanjar dinheiro, o que é muito importante! Os tons  mais escuros de madeira (piso, armário), que aquecem o ambiente, foram sobrepostos ao branco e aos espelhos (da pia, da parede do box) para criar um ambiente mais leve. Clean.

E é isso por hoje pessoal, espero que tenham gostado!

Abraços,

Thiago S.

Se você gostou desse post, também vai gostar de:

Porcelanato ou Deck de Madeira? Revestindo Banheiro e Varanda

Trocar o piso da varanda e do banheiro era algo que não estava nos meus planos inicialmente. Pelo menos não imediatamente. Mas, no fim, não teve jeito. Não só porque o piso da sala e da cozinha elevaram o nível dos acabamentos, mas, principalmente, porque os acabamentos originais do apartamento, “cortesia” da Sinco Engenharia, eram péssimos! Impressionante: O piso original do banheiro, que era novo, parecia que tinha anos de uso. A cerâmica branca ficava encardida facilmente (isso numa época que o banheiro mal era utilizado!) e o rejunte nem se fala. Pedi, 2 vezes, para a Sinco trocar o rejunte do meu banheiro, e eles atenderam ao pedido; mas não deu outra: menos de 1 semana depois, o rejunte já estava todo amarelado e encardido novamente.

Pelo. Amor. De. Deus.

Isso é revoltante! Fico pensando nas pessoas que, por vários motivos, não tem a condição no momento de fazer a troca de acabamentos, e é obrigada, após investir num apartamento NOVO, a lidar com pintura com material de baixa qualidade, acabamentos feios, sem falar na diversa gama de problemas como conduítes obstruídos (sofri muito para conseguir que a empresa de internet passasse o seu cabo pelo conduíte aqui…) e canos mal colocados que simplesmente soltam, causando gravíssimos problemas nas áreas comuns. Não é fácil. As construtoras utilizam materiais de baixa qualidade (atestado pelos seus próprios funcionários!) e quem paga o pato (e a conta do apartamento!) somos nós.

Mais uma vez, fica aí o alerta para a duplinha MDL Realty e Sinco Engenharia. Enfim, desabafo mode [off]. Vamos voltar ao piso. Daí que o piso começou a me incomodar muito. O mesmo piso em cerâmica branca também era usado na varanda, e, nossa, como ficava sujo. Você podia lavar a varanda num dia, que no dia seguinte tava com aspecto sujo novamente. Assim não dá!

O que me incomodava de verdade era o banheiro, mas como me estressei e resolvi que ia arrancar de uma vez o piso e o rejunte, decidi aproveitar logo e trocar o da varanda também. Afinal, não era uma área muito grande a ser coberta, então não seria um investimento tããão alto. Então comecei a procurar nas lojas de acabamentos o piso ideal… O que eu  pude perceber? Uma grande tendência: Porcelanato imitando pisos de madeira. Eles estão por toda parte!! Tem alguns que são muuuito parecidos com pisos laminados, até na textura. É impressionante! Como acho decks de madeira muito charmosos, especialmente para varandas, quando dei de cara com esses porcelanatos da Eliane, me apaixonei, e sabia que não tinha outra opção.

Havia essas duas lindíssimas cores disponíveis, o Parquet Bambu e o Parquet Caramelo. Achei, entretanto, que o Parquet Bambu tinha mais a ver com o apartamento… 2 semanas depois, meu banheiro e minha varanda eram dois ambientes com-ple-ta-men-te diferentes!!! Vamos a parte boa, as fotos!

Aaaaaaaaaaaaagora sim!!! Vou chegar a dizer algo que não costumo muito falar: o resultado superou minhas expectativas. Nem parece o mesmo banheiro! Depois de tudo que já passei, ainda consigo me surpreender com a diferença que um piso faz. E outra: Esse piso não só é bonito, como é prático – super fácil de limpar. Gostei demais! Uma foto do box…

A princípio eu pensei, “será que porcelanato e banheiro combinam?”, achando que fosse ser escorregadio. Bem, depende do porcelanato. Se fosse algo como o da Cozinha, por exemplo, com certeza seria sim. Aquele piso é polido, de alto brilho. Já esse não é polido, é menos liso, e ainda tem esses vincos, que não são apenas estéticos, você consegue sentir todos os vincos do piso!

Creio que dá pra perceber vagamente na foto, se você olhar para o cantinho direito embaixo, que todos os vincos podem ser sentidos, e isso também serve para evitar escorregões. Outra coisa, a colocação foi super prática, pois não houve quebra-quebra, colocamos o porcelanato sobre a cerâmica original utilizando uma argamassa específica para piso-sobre-piso, a Super Liga Argamassa Plus (Tipo AC-3). É muito boa! Agora vamos para a varanda!

Que felicidade: Lindo, e super prático e fácil de limpar… aparenta muuuuito menos poeira do que o piso anterior. Estou in love! Agora uma focando no piso:

Fiquei muito feliz com o resultado! Gostaram? Achei que super valeu a pena ter gasto um a mais, creio que valorizou MUITO tanto a cozinha quanto a varanda. Foi um feliz investimento.

Abraços,

Thiago S.

O blog no Instagram @asagadoapartamento

O blogueiro no Instagram @thisardenberg

 

Leia também a avaliação que fiz dessa compra, 1 ano e meio após a instalação:

Se você gostou desse post, também vai gostar de: