Dividindo Cozinha e Área de Serviço

Chegou a hora de mais um “último post” do ano. Nem acredito que esse já o terceiro que escrevo aqui pro blog! O tempo passa mesmo.

Fiquei curioso e fui dar uma olhada nos “últimos posts” dos anos anteriores. Em dezembro de 2011, tinha acabado de receber minhas chaves e as obras estavam para começar aqui no apartamento. Época bem agitada. Em 2012, já terminava o ano com minha estante de livros e filmes finalmente no lugar, depois de todos os móveis terem sido montados. Quanta coisa acontece num ano. Mas só Deus sabe o caminho tortuoso que trilhamos para alcançar nossas pequenas grandes conquistas…  bom olhar para trás, para podermos agradecer pelo que temos hoje, não é?

Imaginei que uma vez que os móveis estivessem montados (e com a maior parte das coisas tendo ido pro lugar), não teria mais muito o que postar aqui no blog. Pffff, super engano. Nossa casa é praticamente um organismo vivo, que requer constantes cuidados, pede inovação. Não é uma questão de estar insatisfeito, veja bem – e sim um cuidado em tentar fazer vingar todo o potencial que seu lar pode ter.

É o uso que vai te dizendo o que funciona, o que não funciona, e o que funcionaria de outra forma. Então hoje, vou falar rapidamente sobre como vi um novo uso para algo que aparentemente não tinha mais nenhuma utilidade aqui no apê.

Bem, no post anterior, eu mostrei que refiz o box blindex do banheiro, porque o antigo não só estava vazando, como também tinha apenas uma porta de correr, o que dificultava a limpeza. Pois então, uma das portas foi substituída por outra de correr, o que significou que aquela porta antiga ficou parada durante um tempo até que, pensando no que fazer com ela, me deu um estalo:

Aaaahm, taí minha divisória pra cozinha.

Já tinha visto algumas coisas parecidas em blogs por aí, uma chapa de vidro que vinha dividindo a área de serviço e a cozinha. Há todo tipo de divisória: algumas que fecham completamente os dois espaços, e outras que só dividem “esteticamente”. Como eu acredito que a primeira opção não seria ideal – pra que dividir um espaço que já é pequeno!? – a divisão estética seria mesmo mais viável.

Daí, procurei em vários lugares na internet alguém que fizesse um trabalho com película branca, que dão aspecto de vidro serigrafado, aqueles leitosos, assim:

exemplo serigrafado

E após muito procurar, acabei achando, na minha rua!, uma oficina onde trabalham com insulfilm de carros e tinham exatamente o que eu precisava: o insulfilm branco. A película saiu por 70 reais  . Perfeito.

E aí?

divisoria cozinha e area

E aí que ganhei minha divisória! Contactei a empresa que colocou o box e eles mesmos fizeram a fixação do vidro na parede.

divisoria

No primeiro detalhe, vocês podem ver que ficou bem parecido mesmo com o vidro serigrafado! Importante lembrar que a película precisa ser colocada no lado da área, por causa da gordura do fogão. Já no segundo detalhe, a divisão clara dos ‘ambientes’, marcada também pelos revestimentos.

Então, querid@s, era isso que tinha para mostrar hoje. Fica aí a dica: às vezes algo que está aí encostado na sua casa há um tempão pode muito bem servir pra fazer outra coisa super legal.

Só me resta agora desejar a todos um excelente final de ano e início de 2014, com o melhor que se pode desejar: paz, amor, saúde, sucesso. Na ordem que vocês precisarem. 🙂

Até breve, até 2014, que será um ano maravilhoso!

Thiago S.