A nova porta de entrada: madeira sólida laqueada

Desde que me mudei para cá, sempre tive vontade de mudar a porta de entrada do apartamento. Assim como a maior parte dos acabamentos fornecidos pela construtora (oi MDL/Sinco, tudo bem?), a porta de entrada não só era de qualidade sofrível (do tipo mais barata possível), como também não adicionava nada ao ambiente. Não dizia absolutamente nada.

Assim:

porta antiga

O grande problema: Num condomínio, você não pode simplesmente ir na loja e escolher a porta mais bonita de todas; você é, muitas vezes, obrigado a seguir um padrão, de forma que as portas dos corredores não fiquem diferentes. Ou seja, se o condomínio disponibiliza portas de boa qualidade e bonitas para os apartamentos, maravilha. Caso contrário, você é obrigado a ficar com aquela portinha sem graça, certo?  Não exatamente.

Fui me informar com o síndico quais seriam as especificações exatas da porta. Ela precisava ser branca e lisa (sem frisos!), exatamente como todas as outras. A única coisa que poderia mudar é a maçaneta.

Ok – “vamos pensar e ver o que posso fazer com isso, então”.

Primeiro passo: fui atrás de uma porta sólida, totalmente preenchida por dentro, e não essas fraquinhas que eles colocam, que qualquer chute arrebenta.

Inicialmente, achei um modelo interessante na MadeiraMadeira.com, e cheguei a efetuar a compra. Grande erro: a logística deles é PÉSSIMA, atrasaram a entrega por mais de um mês, e toda vez que ligava para me informar sobre o problema, era a mesma ladainha (“estamos entrando em contato com a transportadora… assim que eles responderem entramos em contato…”). Nunca respondiam. Mostra desrespeito e amadorismo. Por fim cancelei a compra junto à operadora do meu cartão de crédito, pois para ser reembolsado pela loja, eu teria que *esperar* a porta voltar para a fábrica deles, sabe Deus quando. Só podem estar de brincadeira, né?!?

Se isso acontecesse nos EUA, por exemplo, a *empresa* me ligaria constantemente pra me atualizar sobre o processo, iria enviar outra porta por *outra* transportadora, ou faria o reembolso IMEDIATAMENTE. Mas vamos prosseguir porque essa nossa lógica me enfurece…

Compra cancelada com o cartão, fui atrás da porta, novamente. E eis que, durante uma aula, uma aluna menciona que trabalha com portas de madeira sólidas, no centro do Rio. Bem assim, por acaso. Depois da aula, conversamos, passei as especificações exatas de como queria a porta, e, uns 5 dias depois, a porta estava sendo entregue no meu apartamento.

Sim. Simples assim.

E vou passar o contato deles, lá no fim do post. Calma gente! rs

A porta em si não foi cara, mas gastei mais que o dobro do que paguei na porta com os acabamentos: pintura, puxador, fechadura, trava de segurança e olho mágico.

Vou mostrar pra vocês o resultado final, e logo em seguida falar mais detalhadamente sobre o processo.

Vamos lá?

porta madeira laca branca

Aaaaaah, bem diferente, não? A diferença sempre fica nos detalhes.

Pensei: se a porta não pode ter frisos por fora, então pelo menos ela pode ter os frisos por dentro. E pedi que eles fizessem justamente assim, com o lado de fora liso e o de dentro frisado.

IMG_7029

Do lado de fora, já que a porta seria totalmente lisa e branca, aproveitei para pensar num puxador bem vistoso, pois ele que iria, praticamente sozinho, ser responsável por dar um ‘up’ do lado de fora.

porta corredor

E por fim, tinha a opção de pintar a porta com tinta de madeira, ou… com laca branca. A diferença de preço é enorme. Na primeira opção, você pode ir comprar uma latinha de tinta e realizar o trabalho você mesmo, gastando bem menos que 50 reais. No caso da laca branca, o processo é realizado por um profissional com pistola, que retira a porta para trabalhar com ela e devolve pronta depois, assim:

porta sendo laqueada

O profissional que fez o acabamento em laca me disse algo compreensível: Quando ele pede 500 reais para fazer um painel em laca, para TV, por exemplo, as pessoas acham razoável. Mas quando pede o mesmo preço para porta, acham caro. É preciso entender que a porta tem dois lados, e se pensarmos nela ‘aberta’, você tem um grande painel para trabalhar!

E o resultado? Será que vale a pena o investimento?

Bem, vamos comparar a incidência de luz sobre a porta (em laca) e sobre o caixonete (em tinta de madeira)!

IMG_7027

Dá pra ver que o acabamento é completamente diferente, bastante diferenciado. Se você me perguntar, continuo achando caro, mas não me arrependo do investimento. A porta ficou linda!

E aqui, por fim, ela no ambiente:

sala de jantar porta laqueada

É isso, pessoal! Fiquei bem satisfeito com o resultado! Gostaram?

Finalmente,  o contato da loja onde comprei a porta sólida (sem o acabamento) é o 3023-5350. Ela fica na R. Frei Caneca, 29, Centro – Rio de Janeiro – RJ.

E o contato do responsável pela laca, no RJ, é o 7849-3665 (Fábio).

Abraços,

Thiago.

Anúncios