Reavaliando (e Reformando) o Roupeiro do Quarto

Hoje escrevo um pouco sobre a compra do Roupeiro do meu quarto, em mais um capítulo da série “Reavaliando a Compra…”, onde lanço um olhar, em retrospectiva, sobre algumas das escolhas que fiz para o apartamento. O foco aqui é a durabilidade dos produtos, assistência das lojas no pós-vendas e satisfação de forma geral.

Vamos lá?

 

AVALIAÇÃO #10 : Roupeiro Branco em MDF/MDP com Espelho (Referência: Ônix)

EMPRESAS RESPONSÁVEIS: Móveis Europa (Fabricante) / Kasamix (Loja)

TEMPO DE USO: 2 anos e 3 meses até a publicação do post

 

Em primeiro lugar, preciso lembrar que a razão pela qual escolhi comprar um Roupeiro pronto (e não fazê-lo planejado) foi, principalmente, o fato de que tinha tido uma experiência péssima com móveis planejados. Todo mundo já sabe, certo? Então, queria a certeza de um prazo de entrega bem menor, e saber que o produto estava em estoque imediatamente.

E lá fui eu correr atrás de alguns roupeiros prontos. O modelo que escolhi, por fim, foi esse, da Móveis Europa:

roupeiro branco espelhado

E o roupeiro, preciso dizer, se adequou bem às minhas necessidades: era branco e bem neutro; tinha portas de correr espelhadas que davam amplitude ao ambiente; era do comprimento e largura ideais; e tinha um cabideiro bem amplo dos dois lados.

Entretanto, demorou menos de um ano para eu perceber que a qualidade de alguns acabamentos era abaixo do esperado.

Por exemplo, o trilho das portas de correr.

Frequentemente, a rodinha da porta saía do lugar, o que fazia que ela corresse no lugar errado dos trilhos. As vezes nem dava para perceber que isso tinha acontecido. Como consequência? Mostro:

problema com trilho

Onde estão apontadas as setas é por onde a rodinha passava indevidamente, meio que “cortando” o trilho de alumínio. E, com o tempo, mesmo colocando sempre a porta no lugar (o que não deveria ficar acontecendo pra começo de conversa!), o trilho foi empenando, como dá pra ver na foto da direita.

Gente – menos de um ano.

Claro que entrei em contato com a loja, a Kasamix, para tentar solucionar o problema. Só que após falar com o gerente, fui informado que o armário só tinha garantia de 6 meses. Não sei vocês, mas não acho que alguém compre um armário pra ter por um ano ou dois. Muito menos por 6 meses.

Depois de muito conversar com o SAC e com o gerente,  ficou acertado (como “favor”) que um técnico iria vir aqui pra ver a condição do trilho (favor que custou 30 reais, a visita do técnico). Vocês acham que eles trocaram o trilho? NÃO!!! Pregaram o trilho de volta no armário, ‘desamassando’ o mesmo. Ou seja: o trilho continuava riscado, e a porta continuava saindo com uma certa frequência.

Meio decepcionante, porque eu tinha tido uma impressão muito boa da loja, que tinha até mesmo concedido desconto para alguns leitores do “A saga do apartamento” na época. Tá certo que não são eles os fabricantes, mas acho que poderiam ter muito bem resolvido o problema de maneira mais definitiva, se prontificando a repor a peça defeituosa. Afinal— vamos reforçar — menos de 1 ano de uso.

Outra coisa que me irritou bastante: o cabideiro. Fotos dizem mais que palavras nesse caso.

cabideiro alumínio

Olha a inclinação dele: dá pra perceber claramente que estaria prestes a desabar a qualquer momento.

– “Ah, mas também, tem tanta roupa ali!”, me disseram.

Desculpa, eu achei que aquilo fosse um ROUPEIRO. E que aquele espaço fosse reservado à cabides com… ROUPAS. Se aquele material (que parece (é?) plástico pintado de alumínio) não resiste ao peso, ou você – fabricante Móveis Europa –  troca o material, ou faz uso dele de forma que seu arco não seja tão extenso.

Enfim, ou eu comprava outro Roupeiro, ou mandava reformar esse que tinha.

Mas como o roupeiro de forma geral continuava atendendo minhas necessidades (só esses acabamentos pobres me estressavam), e como de fato acho incrivelmente cedo para pensar em trocar o Roupeiro, resolvi pedir para um marceneiro fazer alguns ajustes.

*

Vamos falar então sobre a Reforma do Roupeiro.

A primeira coisa que pedi a meu marceneiro foi que trocasse o sistema completo de deslocamento das portas de correr. Dessa vez, olhem a diferença:

rodas porta de correr

As rodas novas (2a foto no detalhe), ao contrário das antigas (1a foto no detalhe) se encaixam perfeitamente nos trilhos, por onde deslizam. É bem mais difícil ocorrer o deslocamento da mesma. Sem falar que, agora, elas correm muito mais suavemente.

A outra coisa que pedi para ele fazer, óbvio, foi trocar o cabideiro, dessa vez por algo resistente e de qualidade. Então, ele comprou um tubo de aço inoxidável e instalou no lugar do de “alumínio”.

cabideiro aço inoxidável roupeiro

Uma enorme diferença!!!

Notem, também, o estado do suporte do cabideiro anterior e do atual:

suporte cabideiro metal

 

Ok, vamos pensar um pouco.

Esse não foi um roupeiro caro, de forma alguma. Algo planejado ficaria pelo menos 3, 4 vezes mais caro. Mas será que realmente encareceria TANTO colocar um suporte decente no cabideiro? Algo de ferro, que não estragaria fácil como foi o caso do de plástico? Hm… não. A resposta é não.

Fazendo então um balanço geral, a compra teve prós (entrega rápida, modelo ideal, espaçoso internamente sem ocupar muito espaço externamente, esteticamente agradável etc.) e contras, como os acabamentos pobres que mostrei aqui. No fim, tive que investir mais uma quantia para deixá-lo como queria- mas, ainda assim, ficou bem mais barato que algo planejado, e, potencialmente, com menos dor de cabeça também. O que mais me chateou foi a atitude da loja, que poderia ter se prontificado a me ajudar com o problema, mas não o fez.

No fim, deixo em aberto se “recomendo” ou não a compra, em especial esse armário dessa fabricante – as informações estão aí, cabe a vocês colocarem na balança e decidir o que valeria mais a pena.

Grande abraço, queridxs, e até a próxima!

Thiago S.

 

Se você gostou desse post, também vai gostar de:

 

Anúncios

49 comentários em “Reavaliando (e Reformando) o Roupeiro do Quarto

  1. Pingback: Roupeiro Branco com Espelho | a saga do apartamento

  2. Que bom que vc conseguiu resolver. Eu comprei um dormitório pronto, a qualidade é ótima. No dia da venda a vendedora subiu em cima da gaveta e não quebrou, rs, nem envergou. o trilho da porta está ótimo mesmo após 4 anos de uso, e o cabideiro do meu marido tem mais roupas que o seu e está intacto. foi mais barato que em uma loja de planejados tb. O problema é que a loja não vende mais com as fórmicas que eu comprei e eu queria um para o meu filho, agora é só aqueles de madeira mesmo. Mas que bom que foi relativamente tranquilo trocar esses acabamentos do seu roupeiro, pior seria ter que comprar outro ou se tudo no guarda roupa já estivesse caindo.

    https://www.facebook.com/Construindo.oMeuLar

  3. Olá Thiago!

    Me chamo Aline, sou de Curitiba. Comprei um apê na planta e ele está quase no “finalmente”. Estamos na fase de buscar inspirações, de descobrir curiosidades, em busca de informações. Curti muito o seu blog por mostrar o “depois”, ajuda bastante nas escolhas de hoje. Gostei!!!
    Já estou seguindo o seu, passa lá no meu fazer uma visita: aliemaycon.blogspot.com.br

    Abraços, até mais.

  4. Boa tarde! aconteceu a mesma coisa com o meu. Perdi a paciência e parei de reclamar…. Tomei horror desta loja KASAMIX, eles são muito espertos e o que me impressiona é ser uma empresa nova no mercado e é a campeão de reclamação no reclame aqui.

    Bjs

  5. Pingback: Roupeiro em MDF com Portas em Laminado de Baixa Pressão | a saga do apartamento

  6. Tive o mesmo problema com meu cabideiro..como ele tem um suporte no meio e peso dos dois lados, ele virou um “S”.. mas tive um pouco mais de dor de cabeça pq minhas roupas caíram TODAS!! aí como medida emergencial coloquei um cabo de vassoura que era o tamanho exato..kkkkkkkk

  7. Pingback: Reavaliando (e Reformando) o Roupeiro do Quarto | Cosmopolitan Girl

  8. Thiago, e o outro roupeiro que você comprou? Em que pé está? Ele é do mesmo fabricante, certo? Também precisou de reformas? Obrigada pelas dicas (sempre muito úteis!). Bjs!

    • Oi Michele! O outro roupeiro está mais bem conservado. Em relação ao cabideiro, a extensão dele é bem menor nesse outro, então não aconteceu o mesmo problema de envergar. Quanto ao trilho, acho que é feito do mesmo material, mas não deu problema – o que confirma que o trilho do roupeiro branco tinha algum defeito e que deveria ter sido reparado… Mas enfim…
      Até mais! bjs!

  9. Oi, tudo bom?
    É… quando estava comprando meus móveis do quarto vi seu post e cheguei a considerar a Europa. Mas pesquisei e vi muita gente falando mal dos acabamentos….
    E agora você!
    Muito feio as empresas deixarem seus nomes irem pro ralo por conta de detalhes tão simples.
    Economia burra!

  10. Boa tarde! Eu e minha filha estamos em fase de compra do nosso apê tão sonhado, bem arressem assinamos com a construtora, estamos esperando pra assinar com a caixa e teu blog tem me orientado bastante, agradeço as dicas. Tu tens alguma referente a papelada, o que observar e tal?Rosane

    • Oi Rosane, sucesso com o apê novo! Aproveite cada fase!
      Quanto à papelada, acho melhor você ter auxílio de alguém que entenda REALMENTE sobre o assunto. Esteja atenta a cada detalhe, em especial em relação ao prazo de entrega, tudo tem que estar muito bem esclarecido e explícito no contrato. É o que posso te advertir como essencial!
      Abraços!

  11. Meu nobre. Onde você comprou aquela arvorezinha iluminada que aparece ao lado do seu notebook (reflexo do espelho do guarda roupa)? Seu blog é show e vc está de parabéns. Abraço!

  12. Bom dia Tiago,
    Muito bom o seu blog, virei fã.
    Queria uma ajuda sua, estou com a mesma chateação com meu guarda roupa.]
    O suporte de roupas parece de marshmelow, dobra que é uma maravilha.
    Quero saber de você se o marceneiro que fez a reforma no seu guarda roupa te deixou o contato de onde ele comprou o suporte do cabideiro e o o tubo de aço que foi instalado no seu?
    Preciso resolver isso antes que o “crec” aconteça,hehehehehe !!!!
    Forte abraço e parabens pelo ap !!

  13. Bom dia Thiago,

    Verifiquei na loja Leo madeiras e eles vendem sim o suporte de aço par o guarda roupa e o mais legal é que fica perto do trabalho.
    Vou dar um pulo lá qualquer hora dessas para ver os modelos e comprar um para colocar no meu.
    Valeu pela dica.

  14. Olá, encontrei seu blog por acaso enquanto pesquisava sobre o guarda roupa Gaia. Gostaria de saber se você já teve algum problema com ele, com os trilhos na verdade. Uma amiga minha comprou um da mesma fabricante, Europa e as portas também ficavam caindo. Eu estou apaixonada pelo Gaia, mas tenho medo de dar o mesmo problema nos trilhos. Adorei seu ap e seu blog. Saúde e sucesso. 🙂

  15. Pingback: Reavaliando a compra dos móveis planejados (Italinea) | a saga do apartamento

  16. Olá vi que seu roupeiro foi montado na parede com a mesma medida,gostaria de saber se foi o montador da loja que colocou.Por que o meu o montador não conseguiu por na parede com a mesma medida. Obrigado

  17. Olá Thiago!

    Tenho um roupeiro iguallllllllllzinho o seu. Aconteceu exatamente a mesma coisa com a porta e trilhos. Vivem saindo do lugar e por consequência, os trilhos estão completamente “comidos”, cheios de ranhuras, o que me desanimou completamente pois esse móvel foi bem caro.
    Estou super feliz em saber que o problema dos trilhos tem solução. Porém, as portas acabaram envergando um pouco, acredito que decorrente do problema dos trilhos, e de ficarmos colocando toda hora a porta no lugar.
    Vou procurar um bom marceneiro e se você não se importar, mando fotos em seu e mail de como está o trilho do meu roupeiro.

    Bjss

  18. Bom dia Thiago,
    Semana passada meu cabideiro enfim desabou. Tremenda frustração, você paga caro por um guarda roupa e descobre que podia ser mais caro se fossem usados materiais de melhor qualidade mas enfim, vida que segue.
    Os suportes do cabideiro rasgaram e ele caiu dentro do armário.
    Enfim, fui lá na loja Leo madeiras (que fica perto do meu trabalho) e comprei um varão de aço cromado de 3 metros e um pacote de suportes de aço cromado e fiz eu mesmo o serviço de conserto.
    Nossa, que diferença !!!
    O mais chato é ter que cortar o varão com uma serra tico tico no tamanho dos que estavam antes mas troquei o meu e o do lado da minha esposa em menos de meia hora e ficou show.
    O varão original quando eu coloquei os cabides assim que chegou o guarda roupa, já começou a envergar e as roupas a se amontoar no meio do cabideiro mas esse, com a mesma quantidade de cabides e roupas ele nem sequer começou a pensar em envergar, show de bola !!!
    Para quem tiver disposição e quiser se aventurar como eu, fica a dica !!!
    Forte abraço e obrigado pela sua preciosa ajuda.

  19. Thiago, bom dia! Que mega sensacional o seu apartamento! Quero dizer de verdade que eu venho quase diariamente ver suas postagens! Excelência em sua escrita, delicadeza nos detalhes, uma maravilha!!!! Queria saber o quanto gastou com esses pequenos ajustes. Paguei cerca de R$ 1500 em um guarda-roupa e está atualmente com os mesmos problemas… além disso o forro do fundo, com as mudanças que fiz e a fragilidade do material, acabou quebrando e vou precisar fazer a troca.

  20. Oi Thiago. Vou me mudar e venho acompanhando seu blog há um bom tempo, adoro as postagens e queria deixar a minha dica aqui sobre os móveis planejados.

    Pra quem não quiser ler minha história triste fica a dica: peça que conste no contrato todos os detalhes por escrito, tipo de madeira, se risca ou não, se é planejado ( que são módulos adequados) ou se é sob medida( vendem gato por lebre); se tiver qualquer inconsistência, defeito, erro, nada de tratar via telefone, envie e-mail, abra chamado com protocolo e não espere o pior acontecer, como no meu caso onde meu home theater ficou com furos por onde passa um dedo, ou da lavanderia, que as gavetas não abrem e o móvel pesado, instalado incorretamente, arrancou o reboco e os pisos da parede quebrando o bom é minha lavadora.
    Peça que conste o que a garantia cobre e por quanto tempo é qual o prazo que eles vão até vc pra corrigir ou sanar um problema, e sobre os vícios…. A lei já diz mas peca, se após várias visitas não corrigirem o que será feito: troca, devolução do dinheiro, etc.
    Vendedor bonzinho e simpático são experts em enrolar a gente.

    Eu comprei na Casa & Cozinha Interlar Aricanduva, que é da Italinea, um home theater, home office, uma bancada pra cozinha, prateleira para microondas e um móvel para lavanderia.
    No dia da venda fui super bem atendida, até deram desconto legal, pois levei um orçamento de outra loja e eles cobriram.
    Como meu ap era refém reformado eu mesma tirei as medidas, é disso entendo bem, e levei meu desenho do projeto, o mesmo usado para orçar em todas as outras lojas.
    O vendedor me apresentou um material excelente, passou a chave na madeira e mostrou que não riscava, fez o projeto no PC conforme meu desenho, fechei, paguei e ficaram de confirmar as medidas na minha casa.
    No pedido que recebi tinha apenas a descrição básica, home office, home theater, lavanderia com tábua de passar, assim sem material, sem medidas, sem nada.
    Confirmaram minha medidas e pediram pra eu assinar um documento, bem técnico, que só engenheiro conseguia entender.

    Resultado:

    A madeira não era a que combinamos, o acabamento que não arranhava arranhou no ato da instalação, mandaram tampos das bancadas em tamanho maior, foram cortados na hora, sem o abalamento combinado e usaram fita para dar o acabamento branco na madeira cria, que não colou direito, a madeira branca da bancada, prateleira de microondas e da lavanderia era porosa e não se podia colocar um copo úmido em cima sem infiltrar, o acabamento das junções, em todos os móveis, em uma semana secou e craquelou, começou a soltar e seus devidos espelhos soltaram.

    Além disso a lavanderia, que no pedido consta como ” com tábua de passar” veio completamente diferente do projeto: veio com uma porta e 2 gavetas com frente grande, mas por dentro a madeira lateral tem menos de 15cm, a tábua de passar não veio, os puxadores eram diferentes e faltou a entrega e instalação das portas.

    A instalação foi bem nas coxas e com o tempo os defeitos apareceram, encontrei um fundo falso na lavanderia: deveria ter 1.40 de largura mas tinha uma madeira que fazia com que o móvel, que na verdade tem 1,20 fingisse ter 1,40! Colocaram os restos dos tapa furos por trás das corrediças das gavetas, as madeiras estavam mal cortadas, um terror sem fim.

    Foram instalados em 2012, se não me engano, e depois de pedir tantos reparos à loja deu sua última palavra no fim do ano passado: de que não iam substituir e nem consertar nada, pois minha garantia tinha acabado. 😁👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼

  21. Comprei um roupeiro igual a esse e ele já vem apresentando esse problema em menos de um ano de uso… o que causa mt stress na hora de abrir e fechar.
    Obrigada pela dica.

  22. É igual ao meu, tenho o mesmo problema com o trilho e rodinhas. Moro em Brasilia DF e gostaria de saber onde encontro do mesmo trilho e rodinhas que se adequam, alguém saberia me informar?

  23. Olá Thiago, tive exatamente o mesmo problema que você com as portas de correr. O marceneiro trocou só as rodas ou também colocou trilhos novos?

  24. Eu fiz o meu planejado, muito parecido com esse seu, espelho, portas de correr. Foi bem caro e já tive que mandar trocar o trilho duas vezes porque ele estraga, a porta não corre direito. Da última vez a porta caiu nas mãos da minha secretária.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s