Redecorando a Sala – parte 5: Molduras na Decoraçao

Se você está fazendo obras ou decorando, há uma enorme probabilidade de que, em algum momento, algo saia diferente do que você estava esperando. Enorme mesmo. Só que uma coisa que aprendi aqui, com o apartamento e com o blog, é que às vezes cabe a nós usar essas adversidades em nosso favor.

Por exemplo: há alguns anos, falei aqui no blog sobre o fato de que o pintor tinha deixado para fazer certos retoques na pintura das paredes para depois. E o que aconteceu? Todos esses retoques posteriores deram uma diferença significativa na pintura, que ficou super aparente em alguns lugares. Aí bate aquele momento de fúria inicial, e, em seguida, a gente tem que parar e pensar: tá. e agora? 

Um dos lugares onde o retoque ficou bem aparente foi em volta da tomada da sala de estar – algo que, pela posição estratégica, estava me deixando louco, pois toda hora eu olhava para lá. Só que aí tive uma ideia – pensei que talvez, se eu emoldurasse o erro, talvez ele poderia simplesmente… desaparecer.

Vejam do que eu estou falando:

moldura branca decorativa

À esquerda, a diferença grosseira na pintura; à direita, uma moldura branca que, posicionada bem ali, fez tal diferença na pintura de fato sumir. E o interessante foi que todo mundo que veio aqui achou a ideia ‘divertida’, ‘charmosa’. No fim, é isso que faz a diferença na decoração: saber lidar com esses problemas que sempre aparecem, e, se precisar contornar um erro, fazer parecer que era tudo intencional, que essa era justamente sua ideia desde o princípio. 

Acabou que eu me acostumei tanto com essa moldura ali que agora, na Redecoração da sala, eu achei estranho quando ela saiu. Como eu disse no post anterior, eu pintei essa parede de branco… e lá se foi a moldura.

Mas acabou ficando um vazio incômodo ali, e eu entendi que a moldura já era parte integrante do ambiente, e precisava retornar, adaptada: dessa vez, não poderia ser uma moldura branca, afinal, a parede já era branca. Fui buscar no quadro novo da sala a inspiração pelas cores, e, alguns dias depois, eis que tinha algumas novidades para finalizar a sala.

molduras decorativas

Lindezas, não? Todas elas foram produzidas em resina e são bem resistentes. Os detalhes são incríveis. A moldura que escolhi para substituir a branca foi a maior, que tem esse tom de azul bastante vivo e um estilo provençal, auxiliando o novo quadro da sala em sua função de conferir um pouco mais de vida à parede totalmente branca.

moldura provençal decoração

Como disse antes e vocês podem ver, tomei o cuidado de escolher uma cor que estava presente no quadro para que a composição ficasse esteticamente agradável. E o mesmo vale para as outras molduras:

Post novo no blog! Nós amamos molduras… ❤

A post shared by a saga do apartamento (@asagadoapartamento) on

Comprei essas outras pois resolvi ampliar a ideia das molduras na decoração, usando de outras formas. Isso não é nenhuma novidade: as molduras vazias ganharam espaço na decoração de quem está buscando algo diferente para conferir personalidade a algum espaço vazio ou dar destaque a algum detalhe específico.

blueprint-moldura-sem-quadro

As opções são inúmeras e o que impera, no fim das contas, é a sua criatividade. Aqui no apê, resolvi brincar com as molduras de duas outras formas.

Uma delas foi em cada porta branca do corredor- a do banheiro e a dos 2 quartos- , que ganhou uma moldura provençal em cor diferente. O resultado estético é interessante porque traz uma descontração e um ar despretensioso mas que, ao mesmo tempo, não deixa de ser elegante, pois as molduras são bem bonitas e bem trabalhadas.

IMG_20150914_123353 (2)

E claro, como o corredor todo é branco e as portas são brancas, as molduras ali, sem causar muito, dão uma quebrada nessa brancura de uma forma interessante.

E por último usei uma outra moldura, feita sob medida, de uma forma que seeempre tive vontade: tomando como referência um dos meus seriados mais queridos…

DCIM152GOPRO

… Friends, obviamente! A clássica moldura em volta do olho mágico. Eu simplesmente amei o resultado na porta. No original, a moldura era amarela, mas a porta era roxa, o que dava um belo contraste. Aqui, como a porta é branca, decidi optar por algo entre o laranja e o vermelho (adivinhem aonde a gente também encontra essas cores?) para enfatizar o contraste.

Como as molduras estão presentes de diversas formas, tomei cuidado para que em nenhum ambiente elas ficassem brigando entre si. Nada over. Assim, quando você vê uma delas, você provavelmente não está vendo outra. Quem entra no apartamento só vê a moldura perto do quadro; uma vez que esteja sentado na sala de estar, apenas a moldura da porta deve estar no seu campo de visão. E só quem vai em direção ao banheiro ou aos quartos verá as molduras do corredor.

Nesses 4 anos de blog (completados essa semana! ❤), também aprendi que são detalhes como esses que sempre fazem uma diferença significativa na decoração, especialmente quando pensamos um pouco sobre eles. Às vezes, por incrível que pareça, mais que aquela mesa de jantar belíssima que você tanto sonhou, o que vai ficar na lembrança da sua visita (ou do seu leitor rs) pode ser aquele detalhezinho tão simples mas que foi usado de forma original e inusitada. E acho isso simplesmente fantástico!

Espero que tenham gostado, pessoal.

Abraços e até…

Thiago S.

P.s.: Comprei todas as molduras desse post no Mercado Livre, você acha coisas super interessantes e criativas por lá.

Se você gostou desse post, também vai gostar de:

Anúncios