Plantas Permanentes, Preservadas e Semi-Artificiais na Decoração

Foi-se o tempo em que as plantas decorativas eram apenas divididas entre “naturais” ou “artificiais. Agora, temos termos bem mais específicos que são usados para descrevê-las: permanentes,  preservadas, semi-artificiais, híbridas… são tantos que podem nos deixar meio confusos. No post de hoje, vamos falar justamente sobre esses tipos de plantas que estão ganhando bastante espaço na decoração de interiores, e, depois, eu mostro a linda arvorezinha semi-artificial que está decorando minha sala 😉

Bem, em primeiro lugar, o termo plantas “permanentes” tem substituído o antigo “artificiais” pois esse último traz a ideia de algo que pode ser nitidamente reconhecido como  “falso”, o que, muitas vezes, não é o caso de muitas dessas plantas artificiais mais modernas, onde você se questiona até mesmo ao toque se a planta é natural ou não!

arvoresartificiais

arvore permanente

As vantagens principais das plantas permanentes são, obviamente, o fato de que elas podem ficar em ambientes internos sem necessidade de exposição ao sol, e também não necessitam ser regadas. Se você vai viajar, por exemplo, você sabe que quando voltar, ela estará do mesmo jeitinho que a deixou quando saiu! Em suma, se as condições naturais não são favoráveis, as permanentes são uma boa alternativa.

Mas as plantas permanentes ainda podem se subdividir em (a) inteiramente artificiais, (b) semi-artificiais e (c) preservadas.

As plantas inteiramente artificiais, como o nome aponta, não contém partes naturais da planta, tanto nas folhas e flores ou galhos; entretanto, a atenção dada aos detalhes muitas vezes as deixa com aspecto bem natural.

ficus tree

As folhas, muitas vezes confeccionadas em seda, dão um toque bem realístico às plantas.

Já essa abaixo, eu coloquei na floreira da varanda pois essa posição específica onde ela se encontra é a parte que pega mais sol, e, durante o verão, as plantas naturais simplesmente não estavam resistindo ali! (lembra o que disse sobre “condições naturais não favoráveis” no início do post? pois então…) Assim, para não deixar o cachepô vazio, eu recorri à essa renda portuguesa artificial…

renda portuguesa artificial

… que casou bem com o resto das plantas naturais, que são prioridade absoluta na floreira (e por sinal, se você jogar a hashtag #jardimfeat no Instagram, vai ver todas as plantas naturais que tem figurado no meu jardim vertical! 😉

Quanto às plantas semi-artificiais (ou híbridas) elas levam esse nome pois alguma parte dela é natural e preservada: por exemplo, essas árvores a seguir, tem seu tronco *natural*, preservado, o que dá uma riqueza de detalhes maior na decoração.

bambu e chorao artificial

Já as plantas preservadas são resultado da transformação de folhagens naturais que são tratadas quimicamente e conservadas, substituindo assim as plantas vivas em ambientes internos de maneira permanente.

plantas preservadas preserved greens

A riqueza de detalhe é muito grande e cada folhinha foi colada ali individualmente. Por isso, as plantas preservadas são muitas vezes bem caras! Fiquei apaixonado exatamente por esse modelo acima quando estava em Nova Orleans; estava num preço incrível, com um desconto absurdo, mas simplesmente não tinha como trazer algo tão delicado de tão longe. Que dó!

E ressalto também que no caso da folhagem preservada, ela pode exigir sim um pouco mais de cuidado; não pode ficar sob luz direta do sol, e deve ser levemente umidificada se o clima for seco demais.

Quando voltei de viagem (com a planta que ficou na lembrança…) acabei me encantando por uma ficus semi-artificial com tronco natural, a única que estava sendo vendida numa loja de flores aqui perto de casa! E eis que assim ela ficou na minha sala:

E agora, no detalhe:

Se no início eu tinha minhas reservas em relação às semi-artificiais, agora fiquei bastante satisfeito com o efeito que ela deu no ambiente!

Pra finalizar – e dar um charme extra à ocasiões especiais – eu coloquei um cordão de luz no tronco da árvore, que, à noite, fica desse jeito:

20160219190928

Bem, é isso, pessoal! É sempre bom dar uma cara nova pro nosso espaço… e as plantas – naturais, permanentes, que seja – são ótimas formas de fazer isso acontecer. Ter tantas opções não deixa a seleção mais difícil – só deixa mais prazeroso 😉

Confiram sempre outras pequenas novidades do apê em primeira mão no nosso Instagram, @asagadoapartamento! Se ainda não está nos seguindo, o que está esperando?

Abraços e até a próxima,

Thiago S.

 

Se você gostou desse post também vai gostar de: