Decorando o Banheiro: Quadros, Espelho e Metais

Oi queridos e queridas, como vão?

O post de hoje é completamente dedicado ao banheiro, que estava meio negligenciado, coitado. A única coisa que dava um up era, realmente, o Box e as Pastilhas Espelhadas, que já mostrei aqui. Mas chegou a hora de mudar isso. Na pauta hoje, vou mostrar o espelho, os metais definitivos e os quadros do banheiro.

Para começar, todo banheiro que se preze tem que ter um bom espelho, certo? Pois é. E parece que os espelhões, sem molduras, estão cada vez mais sendo usados nos banheiros. É isso que se vê nas revistas e nos blogs de decoração, em grande parte. Talvez isso esteja acontecendo porque os banheiros estão menores, e o espelho dá mais amplitude…. ou talvez seja simplesmente porque o espelhão é muito bonito! 😉

Bem, vamos ver o resultado?

Taí o grandão! Decidi que o espelho deveria ocupar todo o espaço acima da pia, respeitando a largura da mesma. Vocês não fazem ideia de quanto o banheiro parece maior com um espelho assim…! Ainda mais considerando que o espelho é a primeira coisa que alguém vê quando entra no banheiro, então ter essa impressão é bem positivo. Fiquei bastante satisfeito com o resultado.

Agora, vamos para os metais usados no banheiro.

Vou confessar que não fazia ideia de que metais de banheiro eram tão caros! Não estava esperando gastar tanto quanto gastei com isso. Após dar uma pesquisada por preços, me decidi pelos modelos da Moldenox, que são bem bonitos e contemporâneos, mas tem um preço um pouco mais “aceitável” em comparação com outras marcas do mesmo padrão.

Esse é o porta-toalhas duplo…

Legal, né? Toda a linha segue esse padrão, como podem ver com o porta papel-higiênico:

…o cabide simples, funcionando como porta toalhas de rosto…

… e o que mais gosto, as prateleiras de vidro com detalhes em inox.

Percebam que, como elas estão bem coladas no espelhão, elas dobram de tamanho!

A torneira da pia é a única que não é da Moldenox; eu comprei uma da Deca,

Por fim, uma vez que optei por não colocar o espelho no comprimento todo do banheiro (passando por cima do vaso sanitário, como também tenho visto ocasionalmente), o espaço acima do vaso acabou ficando vazio, o que não me agradou.

Então, o que decidi fazer? Quadros, quadros! Amo quadros!! (Já deu pra perceber, né? , né?? , né???  rsrs)

Mas não queria aqueles típicos quadros de banheiro (quadrinhos bucólicos com banheiras, pias, etc.). Nada contra, simplesmente não é meu estilo. Queria algo para o banheiro que eu sentisse que era agradável o suficiente para colocar na sala, ou no meu quarto. E, depois de muito, pesquisar, eis o resultado….

Olha, os 2 quadros juntos custaram menos que o pequeno cabide simples, por exemplo, mas eu achei que a composição foi “A” coisa que definiu meu banheiro! Eu achei o resultado bem interessante.

No detalhe, os quadros da composição:

E então é isso! O banheiro estava mesmo precisando de um pouco de atenção. Os metais são bonitos, mas principalmente, funcionais. Fazem muita falta no dia-a-dia. Já estava cheio daquelas coisas “provisórias”, “quebra-galhos”, que acabam ficando um, dois, três, seis meses…. e se deixarmos, fica pra sempre, sabem como é, né? 😉

Abraços,

Thiago S.

Se você gostou desse post, também vai gostar de:

Anúncios